A cidade de Baldim foi fundada graças ao esforço, tenacidade e firme vontade de um homem, Bernadinho Martins de Almeida, mascate de origem portuguesa que se fixou na região por ter contraído núpcias com pessoa residente nas terras que fazem parte do Município. Foi este português que, enriquecido, edificou às expensas próprias a Igreja que hoje é a Matriz da cidade, doando para isto 18 alqueires de terra.
A construção do referido templo iniciouse em 1853. Com isto começaram a surgir as primeiras habitações e algumas tavernas. Com o passar dos tempos, a constante movimentação de tropas e passageiros, a salubridade do clima, a beleza de paisagem, contribuíram para o êxito do ideal de Capitão Bernadino, que, vindo a falecer em 1860, não assistiu à sua concretização, o que só ocorreu em 1873. O primeiro nome dado a região, foi Pau Grosso, oriundo de enorme árvore, um jequitibá gigante, que abrigava os tropeiros que passavam pela região, rumo ao norte.
O nome Baldim surgiu em 1917, e nada mais é senão a deturpação pelo povo, do nome de Balduino ou Ubaldino, que, segundo consta, era um português que morou no extremo do município durante muito tempo, nome esse destituído de significação histórica. Gentílico: baldinense
Formação Administrativa
Distrito criado com a denominação de Pau Grosso, pela lei provincial 2002, de 15-11-1873 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Santa Luiza do Rio das velhas.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911,o distrito de Pau Grosso, figura no município de Santa Luiza do Rio das Velhas.
Pela lei estadual nº 703, de 17-09-1917, o distrito de Pau Grosso passou a chamar-se de Baldim.
Nos quadros de apuração do recenseamento geral I-IX-1920, o distrito de Baldim ex-Pau Grosso, figura no município de Santa Luzia do Rio dos Velhas.
Pela lei estadual nº 860, de 09-09-1924, o município de Santa Luzia do Rio das Velhas passou a denominar-se simplesmente Santa Luzia. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Baldim, figura no município de Santa Luzia do Rio das Velhas.
Assim permanecendo em divisões territoriais datada de 31-XII-1736 e 31-XII-1737. Pelo decreto lei estadual nº 148, de 17-12-1938, o distrito de Baldim deixa de pertencer ao município de Santa Luzia para ser anexado ao novo município de Jaboticatubas. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Baldim, figura no município de Jaboticatubas. .
Elevado à categoria de município com a denominação de Baldim de pela lei nº 336, de 27-12-1948, desmembrado de Jaboticatubas. Sede no antigo distrito de Baldim. Constituído de 2 distritos: Baldim e São Vicente, criado pela lei que criou o município. Instalado em 01-01-1949.
Em divisão territorial datada I-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Baldim e São Vicente.
Pela lei estadual nº 1039, de 12-12-1953, é criado o distrito de Amanda (ex-povoado) e anexado ao município de Baldim. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Baldim, Amanda e São Vicente. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007. Alteração toponímica distrital Pau Grosso para Baldim, alterado pela lei estadual nº 703,de 17-09-1917.

Transferência distrital

Pelo decreto lei estadual nº 148, de 17-12-1938, transfere o distrito de Baldim de município de Santa Luzia para o de Jaboticabas. Baldim é um município brasileiro do estado de Minas Geais. Localizado no vetor norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte, historicamente conhecido pela larga produção de hortifrutigranjeiro tem se destacado no econômico como grande produtor de doces, contando com oito grandes indústrias que tem seus produtos distribuídos para o mercado regional, nacional e internacional.

A união de três sesmarias (Rótulo, Trindade e Zabelê) que deram origem ao município de Baldim, anteriormente denominado de Pau Grosso, devido a uma parada de tropeiros que tinha às margens do córrego do Pau Grosso um enorme Jequitibá onde descansavam de suas jornadas pela Estrada Real que cortava o município. Na fazenda Zabelê havia um Registro da Coroa Portuguesa que recolhia tributos dos negociantes que pela região passavam.
A cidade fica próxima à Serra do Cipó, atração natural da região. O município apresenta um potencial turístico com inúmeras escavações rochosas, grutas e sumidouro, também possui sítios arqueológicos cadastrados no IPHAN, ruinas de casas subterrâneas e achados do período pré-colonial, remanescentes estruturas de lavras de ouro conserva fragmentos da passagem do desbravador, Manuel Borba Gato como escavações, aquedutos que serviam conduziam água nas escavações das Minas do Rio das Velhas, datada de 1711, aproximadamente.
Apresenta uma estrutura de apoio turístico, como hoteis, pousadas, Colônia de Férias, restaurantes e um bom acesso rodoviário.
Tempo: 18 °C, vento L a 14 km/h, umidade de 61%
Unidade federativa: Minas Gerais
Mesorregião: Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008
Microrregião: Sete Lagoas IBGE/2008
Aniversário: 1 de janeiro de 1949
Fundação: 27 de dezembro de 1948
Distância até a capital: 95 km
População: 8.093 (2013)
Hotéis: 3 estrelas por uma média de R$294.